Marvão atribui de Medalha de Mérito Municipal a Fundação Cidade de Ammaia

Numa cerimónia comemorativa do feriado municipal do concelho de Marvão foi atribuída à Fundação Cidade de Ammaia a Medalha de Mérito Municipal.

Uma distinção que muito nos honra e muito nos orgulha e que nos motiva ainda mais a prosseguir o trabalho desenvolvido nos últimos anos, para que o espólio da Cidade de Ammaia, o seu museu e as ruínas da cidade, continuem a servir os seus visitantes e as comunidades de alunos, professores e académicos.

Medalha de Mérito Municipal - Certidão11986474_181794465485289_4488541966624506146_n  11060096_181795045485231_2047948376696673920_n12009618_181798945484841_7277425384476587693_n12009760_181799075484828_4071138059365615995_n  12004807_181799658818103_2076828540955288043_n11896159_181799468818122_1215710293928106898_n    12004828_181801122151290_3421086235522390766_n

Anúncios

Mercurio Augusto

No verão de 2014, no decorrer das escavações da escola de verão, foi descoberto na Ammaia o Pedestal consagrado a Mercurio Augusto.

Num trabalho prévio de conservação e restauro, o Laboratório de Conservação e Restauro da Fundação Cidade de Ammaia, preparou a peça para que passasse a estar exposta no Museu.

Neste pequeno video mostramos parte dos trabalhos realizados em laboratório.

 

A peça está desde Setembro de 2014 no Museu Cidade de Ammaia e é uma das mais importantes peças do nosso espólio.

 

Exposição Ad Aeternitatem

O Museu Cidade de Ammaia vai inaugurar dia 15 de Maio, pelas 16 horas, uma nova exposição intitulada “Ad Aeternitatem. Os espólios funerários de Ammaia a partir da colecção Maçãs do Museu Nacional de Arqueologia”.
Esta exposição temporária abrange 91 peças descobertas nos terrenos desta Cidade Romana, nas primeiras décadas do séc. XX e que fazem parte do acervo do Museu Nacional de Arqueologia.
Este importante número de objectos vem complementar e valorizar o espólio permanente do Museu Cidade de Ammaia e ajudar a perceber também rituais fúnebres praticados na época romana.
Destes objectos faz parte uma coleção de vidros, cerâmica comum, bem como moedas e algumas pedras de anel.
O protocolo de colaboração assinado entre a Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC), o Museu Nacional de Arqueologia (MNA) e a Fundação Cidade de Ammaia, prevê que as peças fiquem expostas no nosso museu até final de 2016.

Cartaz exposição Ad Aeternitatem

Há 83 anos Ammaia era notícia!

O Jornal o Século, no dia 29 de Março de 1932, publicava esta notícia sobre uma das epigrafes encontrada nos terrenos que hoje fazem parte da Fundação Cidade de Ammaia.

A partir desta data a Ammaia foi definitivamente localizada na Freguesia de São Salvador de Aramenha, desfazendo o equívoco de que se localizaria na actual cidade de Portalegre.

Imagem da inscrição e recorte do jornal com a notícia, onde se pode ler claramente a transcrição da mensagem.

Ammaia - Noticia O Século 29-03-1932 Ins. 01a

Ajudar a Ammaia sem gastar 1 cêntimo!

Pode contribuir com 0,5% do seu imposto, sem lhe custar nada, apenas preenchendo o número de contribuinte da Fundação no quadro 9 do anexo H da sua declaração de IRS.

A Fundação Cidade de Ammaia é uma pessoa colectiva de utilidade pública sem financiamento público para além das quotas dos seus Curadores, que são a Câmara Municipal de Marvão, a Universidade de Évora e a Universidade de Lisboa.

Como tal pode beneficiar ao abrigo do Decreto-Lei 16/2001 de 22 de Junho (Diário da República nº 143 I série A de 22 de Junho) de consignação de 0,5% dos seus impostos.

Deste modo estará a contribuir de forma indirecta para que possamos continuar a estudar, conservar e a divulgar a Cidade Romana de Ammaia.

Basta assinalar com uma cruz o campo 9 da sua declaração e preencher o NIF da Fundação (504 233 297) no campo respectivo como mostramos na imagem.

Obrigado pela sua contribuição.

Esperamos por si na Ammaia!

AnexoHquadro9IRS

Ammaia: In Patrimonium Premium

Realizou-se hoje, na Fundação Cidade de Ammaia, uma ação de formação para implementação da base de dados In Patrimonium Premium. Esta ação foi dirigida pelo Dr. Fernando Cabral da empresa Sistemas do Futuro que desenvolveu este programa. Participaram nesta formação os técnicos da Fundação Ammaia e do Laboratório Hércules da Universidade de Évora.

Futuramente o In Patrimonium Premium facilitará a gestão e interligação da informação dos materiais arqueológicos recolhidos na Ammaia, nas suas mais variadas fases de estudo e conservação, bem como os objetos expostos no museu, integrando o inventário da instituição com a gestão global deste património e de todos os processos com ele relacionados. Com esta nova base pretende-se facilitar a procura de informação e a divulgação do património móvel e imóvel da Cidade Romana de Ammaia.

https://www.facebook.com/sistemasdofuturo?pnref=about.work

https://www.facebook.com/laboratorioHERCULES?fref=ts

DSC_0240 DSC_0243

sistemas do futuro Cidade de Ammaia

FIMM na Ammaia

No âmbito da programação cultural que a Fundação Ammaia pretende voltar a introduzir no seu espaço a partir deste ano de 2015, a Cidade Romana recebe a 25 de Julho e a 1 de Agosto dois concertos integrados na programação do FIMM – Festival Internacional de Música de Marvão.

Dia 25 de Julho, Estágio da Orquestra Gulbenkian com a maestrina Joana Carneiro.

Dia 1 de Agosto, Carlos do Carmo acompanhado pela Orquestra Clássica do Sul com o maestro Cesário Costa.

O Festival Internacional de Música de Marvão decorre de 24 de Julho a 2 de Agosto e os concertos, para além dos que decorrem na Ammaia, espalham-se por diversos locais e monumentos da vila de Marvão.

O programa completo do FIMM pode ser consultado na página oficial em www.marvaomusic.com

A restante programação cultural da Cidade Romana de Ammaia pode ir sendo consultada no nosso site, no nosso blog e nas nossas páginas nas redes sociais.

cover_site_FIMM Ammaia-05