Fundação Calouste Gulbenkian – prémio Vasco Vilalva

A Fundação Calouste Gulbenkian criou em 2007 um prémio anual para a recuperação e valorização do património.

Este prémio, chamado Vasco Vilalva, em homenagem a este mecenas a quem o país muito deve na área da recuperação e da valorização do património, destina-se a assinalar intervenções exemplares em bens móveis e imóveis de valor cultural que estimulem a preservação e a recuperação do património.

As candidaturas deste ano a este prémio no valor de 50.000€ estão abertas até dia 2 de Dezembro.

A Ammaia foi o vencedor deste prémio em 2009, confirmando a recuperação e a valorização que as ruínas da nossa Cidade obtiveram.

Vencedores de edições anteriores:

2012 – Tesouro açoriano

2011 – Recuperação e adaptação de edifício pombalino pelo ateliê de José Adrião Arquitetos

2010 – Restauro da Igreja do Sacramento

2009 – Recuperação e valorização das ruínas romanas da Cidade de Ammaia

2008 – Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja (DPHA)

2007 – Tratamento e Divulgação da Biblioteca da Casa de Sabugosa e São Lourenço (Associação Cultural da Casa de Sabugosa e São Lourenço, Lisboa)

_Premio_Vasco_Vilalva

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s