Nota de Imprensa – actualização

A conferência que a Fundação Cidade de Ammaia vai promover no próximo dia 6 de Setembro, pelas 17h00, na Casa da Cultura em Marvão terá o seguinte tema:

“Ammaia, seis anos de investigação. A criação de um laboratório de campo europeu para a pesquisa arqueológica não-destrutiva.”

Nesta conferência, proferida pelos Professores Cristina Corsi da Universidade de Cassino de Itália e Frank Vermeulen da Universidade de Gent na Bélgica, ambos convidados pela Universidade de Évora como coordenadores do projecto global levado a cabo na Ammaia nos últimos anos e onde se integra o projecto Radio-Past, será ainda apresentado um livro com os resultados deste importante projecto.

Como era a Cidade Romana de Ammaia no seu tempo e o que o projecto Radio-Past nos mostra hoje dessa Cidade, serão algumas das questões abordadas.

A entrada é livre e gratuita bastando apenas efectuar a inscrição através do número de telefone do Museu – 245 919 089.

Imagem

Anúncios

Nota de Imprensa 23-08-2013

A Fundação Cidade de Ammaia vai realizar, no próximo dia 6 de Setembro, pelas 17h00, na Casa da Cultura em Marvão, a conferência sobre a conclusão do projecto Radio-Past.

A conferência será proferida pelos Professores Cristina Corsi da Universidade de Cassino de Itália e Frank Vermeulen da Universidade de Gent na Bélgica, ambos convidados pela Universidade de Évora como coordenadores do projecto global levado a cabo na Ammaia nos últimos 4 anos e onde se integra o projecto Radio-Past.

Esta conferência insere-se no âmbito das “Conferências da Ammaia, Professor José Mattoso”.

No final será servido um Marvão de Honra, oferecido pela Câmara Municipal de Marvão.

Cidade Romana de Ammaia

A Cidade de Ammaia é o mais importante vestígio da sua época.

Está localizada no norte Alentejo, em pleno Parque Natural da Serra de Sº Mamede, no concelho de Marvão, freguesia de Sº Salvador da Aramenha.

A sua área central é constituída pela Quina do Deão e pela Tapada da Aramenha, numa área aproximada de 25ha.

Embora as suas ruínas tivessem sido classificadas como Monumento Nacional em 1949, estiveram abandonadas até finais de 1994. A partir dessa data e com o aparecimento da Fundação Cidade de Ammaia desenvolveram-se todos os esforços no sentido de estudar e preservar o que resta desta importante cidade.

Ammaia foi elevada a Civitas por volta do ano 44/45 d.C. tendo obtido o estatuto de Municipivm ainda durante o séc. I d.C., no entanto apenas existem dados sobre o mesmo no reinado de Lúcio Vero, no ano de 166 d.C.